A PCDF divulgou a foto do pastor por acreditar que possa haver outras vítimas. Qualquer denúncia pode ser feita pelo número 197, da Polícia Civil.
BRASILPOLÍCIA

A PCDF divulgou a foto do pastor por acreditar que possa haver outras vítimas. Qualquer denúncia pode ser feita pelo número 197, da Polícia Civil.

Um pastor de 40 anos foi preso preventivamente pela Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) acusado de abusar sexualmente de uma missionária, de 41. Júlio César Aparecido Pereira dos Santos congregava em uma igreja de Vicente Pires e é condenado por cometer outro abuso sexual, em 2020, contra uma criança de 9 anos.

Em 20 de fevereiro, o pastor teria cometido a violência sexual contra a missionária. Segundo as investigações conduzidas pela 38ª Delegacia de Polícia (Vicente Pires), Júlio e a vítima estavam no carro dele a caminho de um monte de oração em Samambaia, mas o homem desviou o trajeto e foi para a casa dele. Na residência, ele a violentou.
PCDF divulgou foto do acusado por acreditar haver mais vítimas – (crédito: PCDF/Divulgação)
PCDF divulgou foto do acusado por acreditar haver mais vítimas – (crédito: PCDF/Divulgação)
Foto de perfil do autor(a) Darcianne Diogo
Darcianne Diogo +
postado em 08/04/2024 19:20
Um pastor de 40 anos foi preso preventivamente pela Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) acusado de abusar sexualmente de uma missionária, de 41. Júlio César Aparecido Pereira dos Santos congregava em uma igreja de Vicente Pires e é condenado por cometer outro abuso sexual, em 2020, contra uma criança de 9 anos.

Em 20 de fevereiro, o pastor teria cometido a violência sexual contra a missionária. Segundo as investigações conduzidas pela 38ª Delegacia de Polícia (Vicente Pires), Júlio e a vítima estavam no carro dele a caminho de um monte de oração em Samambaia, mas o homem desviou o trajeto e foi para a casa dele. Na residência, ele a violentou.

Após a mulher levar o caso à polícia, o autor enviou uma mensagem de áudio ao Whatsapp da vítima tentando convencê-la a se retratar da ocorrência policial. Na mensagem, ele diz: “Você tem noção do que acontece com homens que chegam no presídio com esse artigo que você colocou no meu nome? São estuprados, assassinados com várias facadas, queimados. Amiga, é isso que você deseja para mim? Porque foi isso que você fez. Você me assassinou”, disse.

“Restou comprovado que o pastor possui passagens pela prática de crimes como violência doméstica, tráfico de drogas, homicídio e furto. No último sábado (6/4), a equipe da 38ª Delegacia de Polícia cumpriu a prisão preventiva do investigado, com base na Constituição Federal e legislação vigente”, destacou o delegado-chefe da 38ª DP, Pablo Aguiar.

Estupro
Júlio César é condenado pela Justiça do DF a 16 anos e 3 meses de reclusão por estuprar uma criança de 9 anos. As investigações sobre esse fato começaram em dezembro de 2020, quando a PCDF recebeu uma denúncia anônima. Após ser condenado pela Justiça do DF, o criminoso passou a fornecer endereços errados para evitar a intimação formal da denúncia, demonstrando intenção de se furtar à pena.
A PCDF divulgou a foto do pastor por acreditar que possa haver outras vítimas. Qualquer denúncia pode ser feita pelo número 197, da Polícia Civil.

Fonte; correio Brasiliense

Qual Sua Reação?

Alegre
0
Feliz
0
Amando
0
Normal
0
Triste
0

You may also like

More in:BRASIL

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *