Bolsonarista mata primo apoiador de Lula a tiros em bar, diz delegado
BRASIL

Bolsonarista mata primo apoiador de Lula a tiros em bar, diz delegado

Edvan de Sousa Abreu não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

Otalício, primo O agricultor Edvan de Sousa Abreu, 38 anos, apoiador do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), foi morto a tiros, na madrugada do último sábado (27/5), depois de uma briga por motivações políticas. Ele teria sido atingido pelo próprio primo, identificado como Otalício de Sousa Abreu, que é bolsonarista, em um bar no sítio onde moravam, na zona rural de São João do Rio do Peixe (PB)., fugiu após o crime
SP: petista que matou bolsonarista morava há 5 anos com a vítima

As divergências entre os parentes começaram durante as eleições presidenciais de 2022. Edvan e Otalício fizeram uma aposta sobre o candidato vencedor do pleito. Após a vitória de Lula no segundo turno, o primo bolsonarista fez o pagamento de R$ 1 mil à vítima.

De acordo com o delegado, Otalício se queixou a conhecidos que Edvan estaria “zombando dele por ter perdido”. Os primos, porém, não teriam discutido novamente.
Na madrugada de sábado, relatou o investigador Francisco Filho, Edvan e Otalício brigaram por motivos políticos. O primo bolsonarista, então, “foi à sua residência e voltou armado, disparando vários disparos de arma de fogo no Edvan”, detalhou o delegado.

Maryhanderson Ramos Ovil

Qual Sua Reação?

Alegre
0
Feliz
0
Amando
0
Normal
0
Triste
0

You may also like

More in:BRASIL

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *