Comeu e bebeu demais? Veja dicas para se recuperar dos exageros
BRASILSAÚDEÚLTIMAS NOTÍCIAS

Comeu e bebeu demais? Veja dicas para se recuperar dos exageros

Comemorações de fim de ano são sinônimos de muita comida gostosa, bons drinks e cerveja gelada. Após as datas, o corpo “grita” se sentindo empanturrado. Saiba como resolver o problema

Fim de ano é sinônimo de Natalamigo-x com familiares ou amigos e encontros para celebrar a chegada de mais um ano. E com as comemorações, muita comida gostosa e, para aqueles que gostam, bons drinks e cerveja gelada. Mas, após as datas, vem a sensação de exagero, e até o corpo “grita” se sentindo empanturrado. O que fazer para resolver esse problema?

De acordo com a nutricionista Juliana Vieira, algumas dicas podem ajudar para uma recuperação mais rápida. Após a data da “fartura”, o ideal é apostar em alimentos mais leves para compensar o exagero cometido.

“Aposte em grupos de alimentos ricos em fibras, minerais e vitaminas como couve, repolho e couve-flor – os chamados vegetais crucíferos. Em relação a bebidas introduzir o limão e chás feitos com ervas que ajudam na limpeza hepática, como dente-de-leão e silimarina”, pontua a profissional.

“São alimentos ricos nutricionalmente e fonte de gorduras boas. Além disso, se consumido antes da ceia, ajudam a reduzir a fome e você não exagera. Frutas, vegetais, suco verde (que tem valiosas propriedades antioxidantes)”, indica.

Cerveja, bons drinks e destilados. O que fazer?

Para quem for ingerir bebidas alcoólicas, ela também deu dicas para se recuperar da ressaca. “Para recuperar deve tomar café, beber bastante água, fazer uma alimentação saudável, beber chás com mel, suco de frutas e sopa. Outra dica importante é dormir bem”, explica.

“Nas refeições, alterne entre a bebida alcoólica e água e tente beber mais água do que o habitual para compensar”, indica Vieira.

Alimento não é vilão

A nutricionista clínica e esportiva Carla Cabral, ressalta que a comida, principalmente a da ceia, neste fim de ano, não deve ser vista como vilã. “É possível sim sair um pouquinho da dieta, mas com moderação e sempre pensando na alimentação saudável. O exagero na comilança pode desencadear consequências nada agradáveis”, pontua.

Sensação de inchaço?

“Devido à retenção, a tendência é ficar mais inchado devido a uma má alimentação e ao consumo, algumas vezes, de bebida alcoólica. Além disso, o fato de não ter feito atividade física constante também prejudica”, explicou.

Conforme a profissional, é importante ter a consciência de que esses dias foram excepcionais e não fazem parte da sua rotina normal do dia a dia. Então, Joicy recomendou que a primeira coisa a se fazer é retomar a rotina.

A profissional reforçou as dicas da nutricionista e falou sobre outras estratégias para voltar a se sentir bem.

1. Atividade física

Foto: Freepik

2. Beba muita água

3. Alimentação saudável

“Se você já ‘enfiou o pé na jaca’ durante esses dias de festas, então agora você deve priorizar uma alimentação mais saudável e limpa! Em todas as refeições, tenha no prato bons carboidratos (como arroz, feijão, batata, mandioca ou macaxeira) porém sem exagerar! Proteínas (carne, frango, ovos ou peixe), saladas, verduras e frutas em geral a vontade”, pontuou.

Foto: Divulgação / Pexel

4. Evite alguns alimentos

5. Chás

“O consumo de alguns chás ajudam a melhorar a flora intestinal, desinflamam o corpo e diminuem o inchaço corporal, fazendo com que seu metabolismo funcione mais rápido e melhor. Alguns indicados são: chá-verde, de cavalinha, de hibisco, de canela e de gengibre”, explicou.

Foto: Divulgação

6. Sono regular

“Você sabe que nosso corpo queima mais calorias quando dormimos, então nesse período procure ter um sono mais regular. O ideal seria 8 horas de sono direto. Estipule um horário para dormir e acordar, e não faça atividades muito agitadas horas antes de dormir. O descanso é fundamental”, falou.

Fonte: FOLHA VITORIA
https://portales.com.br/bio

Qual Sua Reação?

Alegre
0
Feliz
0
Amando
0
Normal
0
Triste
0

You may also like

More in:BRASIL

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *