Dengue atinge patamar gravíssimo e ES decreta estado de emergência
ESPÍRITO SANTOSAÚDE

Dengue atinge patamar gravíssimo e ES decreta estado de emergência

Anúncio foi feito pela Secretaria de Saúde nesta quarta-feira (21). Além dos dois óbitos já confirmados em 2024, outras 11 mortes pela doença estão em investigação pela Sesa.

Com a alta da dengue em todo o País, o governo do Espírito Santo decretou estado de emergência em saúde. O anúncio foi feito pelo Secretário de Estado da Saúde, Miguel Paulo Duarte Neto, durante uma coletiva de imprensa nesta quarta-feira (21).

A medida prevê celeridade no combate ao Aedes aegypti, mosquito transmissor da doença, além de um maior repasse de recursos para o tratamento de pessoas infectadas.
“Hoje, o governador [Renato Casagrande] decretou estado de emergência em saúde pública, devido aos casos de dengue. Qual a importância desse decreto? Primeiro, nos dar mais facilidade e articulação. Conseguimos a transferência de recursos mais facilmente aos municípios, e a utilização também desses recursos”, detalhou Miguel Duarte

Um dos motivos que levou ao decreto, conforme explicou o secretário, foi o comportamento da doença no início deste ano. 
“2023 foi um ano com alto índice de infecção por dengue.

Normalmente, em 2024, 2025 e meados de 2026, não teríamos outra epidemia. Nos últimos 40 anos, ela vem ocorrendo ciclicamente.

Vem uma vez, depois [ficamos] dois anos sem, e só volta no terceiro ou quarto ano; mas, agora em 2024, atipicamente, temos dois anos consecutivos de epidemia”, apontou o secretário
Segundo o chefe do Executivo estadual, os imunizantes serão destinados para 23 municípios em alerta para a doença, e aplicados, neste primeiro momento, apenas em crianças de 10 a 11 anos. Confira neste link as localidades beneficiadas com as doses.

Além dos dois óbitos já confirmados em 2024, outras 11 mortes estão em investigação em território capixaba, por suspeita de terem sido causadas pela dengue.

Qual Sua Reação?

Alegre
0
Feliz
0
Amando
0
Normal
0
Triste
0

You may also like

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *