Dia Livre de Impostos atrai consumidores com descontos de até 70%
CIDADESESPÍRITO SANTO

Dia Livre de Impostos atrai consumidores com descontos de até 70%

Campanha nacional para conscientizar a população sobre a alta carga tributária do País inovou com veículo em guindaste
A campanha Dia Livre dImpostos, organizada há 18 anos no Espírito Santo pela CDL Jovem Vitória, inovou neste ano e surpreendeu até mesmo os organizadores pelo grande engajamento. Quem passar pela orla de Camburi vai ver a carcaça de um veículo içada ao alto com uma faixa: E o resto? Os impostos levaram.
“A ideia de içar um carro velho é mostrar o impacto dos impostos sobre os nossos bens, como eles desgastam e atacam o nosso patrimônio. Além disso, teremos ação na orla de Camburi com brincadeiras, faixas, conscientização, barraca com frutas e água e a participação do Impostossauro”, comentou o coordenador do DLI pela CDL Jovem Vitória, Alexandre Monteiro.
Posto de combustíveis

Em Vitória, a ação nesta quinta-feira (6) começou cedo e com fila. O Posto Marlin, da Rede Norte-Sul, que fica em Santa Lúcia, vendeu 5 mil litros de gasolina com redução de impostos relativos ao Pis/Cofins, ICMS e Cide. Os carros puderam abastecer até R$ 100 e as motos até R$ 40. O preço praticado durante a ação foi de R$ 3,84 (comercializado em média a R$ 5,58) e o estoque durou duas horas e meia para acabar.
“No combustível, a carga tributária incidente sobre a gasolina é de 61,95%. É um dos produtos em que o consumidor consegue observar com mais clareza como a carga tributária impacta no valor final da bomba”, ressaltou Alexandre.
Comércio de rua e supermercado

A Rede Show Supermercados também participa da 18ª edição do DLI com produtos selecionados em oferta nas unidades de Jardim Botânico e Jardim de Alah, ambas em Cariacica. Alguns produtos, como sabonetes, requeijão e kit xampu e condicionador estão sendo vendidos sem a incidência de impostos.
A CrescerFarma também marca presença na ação com diversos produtos à venda sem os tributos, entre eles desodorantes, fórmulas infantis, chapinha de cabelo, xaropes, medicamentos, aparelho de pressão e muito mais, nas unidades de Vitória, Vila Velha e Guarapari.
Lojas de rua, de diferentes segmentos, como roupas, pneus e materiais de construção, localizadas nos municípios de Vitória, Vila Velha, Cariacica e Serra, também estão vendendo produtos sem impostos.
“O Dia Livre de Impostos é a maior campanha de esclarecimento sobre o impacto dos impostos nos bens de consumo na vida do cidadão. A ação ganha ainda mais força diante do avançar das discussões no Congresso Nacional a respeito da reforma tributária. Queremos chamar atenção sobre a alta carga tributária e burocracia fiscal que penaliza o consumo da população e atrapalha no ambiente de negócios no Brasil”, destaca a presidente da CDL Jovem Vitória, Chris Badke.
Em todo o país, mais de 100 mil lojas estão participando da ação em 1.500 cidades, dos 26 estados e do Distrito Federal, comercializando seus produtos e serviços sem repassar o valor da tributação aos clientes. Em alguns casos, os descontos podem chegar a 70% do valor final do produto. A expectativa é de que mais de 2 milhões de consumidores sejam beneficiados com os descontos.

Carga tributária

Conforme revelado por um estudo do Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT), cerca de 42% do rendimento médio dos brasileiros é absorvido pelos impostos, colocando o Brasil entre os países mais tributados do mundo, ocupando o 8º lugar, à frente de nações como Alemanha (139 dias trabalhados para pagar impostos), Canadá (130 dias) e Estados Unidos (98 dias). No Brasil, são 153 dias apenas para custear os tributos.
A questão torna-se ainda mais complexa diante da disparidade entre a alta carga tributária e a percepção de serviços públicos de baixa qualidade. Uma pesquisa conduzida pelo Ibope Inteligência pontuou que 90% dos brasileiros estão descontentes com a contrapartida dos impostos pagos. Em síntese, os brasileiros dedicam o equivalente a trabalhar até o começo de junho somente para cobrir os impostos federais, estaduais e municipais.
Entre os produtos que têm maior quantidade de taxas, de acordo com a Associação Comercial de São Paulo, estão: cachaça (81,87%), jogos de videogame (72,18%), gasolina (61,95%) relógios (56,14%), joias (50,44%), lata de cerveja (42,69%) e ração para cães e gatos (41,26%).

Fonte: Es Brasil

Qual Sua Reação?

Alegre
0
Feliz
0
Amando
0
Normal
0
Triste
0

You may also like

More in:CIDADES

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *