Japão suspende a compra de aves do ES após caso de gripe aviária na Serra
SAÚDE

Japão suspende a compra de aves do ES após caso de gripe aviária na Serra

O Japão suspendeu, de forma temporária, a compra de aves provenientes do

Espírito Santo, após a confirmação de um caso de gripe aviária em uma produção de subsistência na Serra.
A confirmação da suspensão foi feita pelo Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa), em documento divulgado nesta quarta-feira

Nesta quarta-feira (28), o governo do Japão anunciou a suspensão temporária da importação de aves vivas, carne de aves, entre outros produtos, provenientes do estado do Espírito Santo. A decisão foi tomada após o Ministério da Agricultura,
Florestas e Pescas do Japão receber

Segundo comunicado do Ministério da Agricultura japonês, a suspensão temporária tem como objetivo adotar todas as medidas possíveis para evitar a propagação da doença no Japão. “A importação de aves vivas, carne de aves, entre outros produtos, do estado do Espírito Santo foi temporariamente suspensa a partir desta quarta-feira, 28 de junho de 2023.
A suspensão ocorre para evitar que as aves vivas criadas no Japão sejam infectadas com o vírus e com a finalidade de garantir a sanidade alimentar”, diz a nota.
ABPA lamenta decisão

A Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) lamentou a decisão tomada pelo Governo do Japão. Em comunicado, a ABPA ressaltou que a medida adotada pelas autoridades japonesas não está em conformidade com as diretrizes da Organização Mundial de Saúde Animal (OMSA), que recomenda a suspensão do comércio apenas em casos registrados em produção comercial. 

A entidade enfatizou que a avicultura industrial brasileira não possui nenhum registro da doença.
O Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espírito Santo (Idaf/ES) está adotando medidas de controle e erradicação do vírus no foco, além de reforçar a vigilância clínica nas áreas circunvizinhas em um raio de até 10km. A Secretaria de Agricultura do Espírito Santo informou que novas medidas poderão ser adotadas de acordo com a evolução das investigações e do cenário epidemiológico.

A ABPA destacou que, atualmente, o Japão não importa produtos provenientes do Espírito Santo, e o estado representa apenas 0,19% do total de frangos exportados pelo Brasil, de acordo com dados de 2022. A associação ressaltou ainda que, independentemente do ocorrido, não há risco de transmissão da doença por meio do consumo de produtos, conforme respaldado pela Organização Mundial da Saúde (OMS), OMSA e todos os órgãos internacionais de saúde humana e animal.

Conforme dados da plataforma ComexStat do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, do total de importação do setor avícola brasileiro entre janeiro e maio deste ano, o Japão foi responsável por 11% das importações de carnes de aves e suas miudezas comestíveis, frescas, refrigeradas ou congeladas do Brasil. Essas importações representaram um faturamento de aproximadamente US$ 412 milhões para a avicultura nacional, um aumento de 20% em relação ao mesmo período do ano passado.
Até o momento, o Brasil registrou um total de 53 focos da doença, sendo 52 em aves silvestres e um em criação doméstica.

Maryhanderson Ramos Ovil

Qual Sua Reação?

Alegre
0
Feliz
0
Amando
0
Normal
0
Triste
0

You may also like

More in:SAÚDE

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *