Senado aprova recriação do Minha Casa, Minha Vida. Veja novidades
BRASIL

Senado aprova recriação do Minha Casa, Minha Vida. Veja novidades

A medida provisória (MP) que relança o programa Minha Casa, Minha Vida, editada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), foi aprovada pelo plenário do Senado Federal nesta terça-feira (13/6). O texto havia sido aprovado na Câmara dos Deputados na última quarta-feira (7/6) e agora segue para

relatório enviado pela Câmara foi elaborado pelo deputado Marangoni (União Brasil-SP). Entre as alterações aprovadas pelos deputados, estava a permissão para uso de recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para projetos relacionados à Regularização Fundiária Urbana (Reurb), que inclui iluminação pública, saneamento básico, vias públicas e drenagem de águas pluviais.

Criado em 2009, o programa foi extinto em 2020, durante a gestão de Jair Bolsonaro (PL). O ex-presidente substituiu a ação pelo programa Casa Verde e Amarela.

Retorno
O Minha Casa, Minha Vida prevê atendimento habitacional a famílias de baixa renda. Segundo o texto aprovado, haverá três faixas de renda de beneficiados, que vão até R$ 8 mil mensais. Nas áreas urbanas, a faixa 1 destina-se a famílias com renda bruta familiar mensal de até R$ 2.640; a faixa 2 vai até R$ 4,4 mil; e a faixa 3, até R$ 8 mil.

A comissão mista que aprovou o texto da MP foi presidida pelo senador Eduardo Braga (MDB-AM). Ele apresentou ao parecer proposta que inclui mulheres vítimas de violência doméstica ou familiar entre os segmentos priorizados pelo Minha Casa, Minha Vida.

Além disso, Braga propôs a inclusão de moradores de área de risco e pessoas que perderam casas em razão de desastres naturais na lista de prioridades. As sugestões foram acatadas pelo relator

A proposta aprovada prevê que, no mínimo, 5% dos recursos de fundos específicos de habitação e de emendas parlamentares deverão ser destinadas para retomar obras paralisadas. O texto foi aceito com a previsão para que as construtoras contratem um seguro pós-obra para cobrir eventuais danos estruturais nas unidades.

O seguro, porém, encareceria os custos do programa. Dessa forma, o Executivo se comprometeu em vetar o trecho, devido ao curto prazo para aprovação da MP.

Lula fala em atender classe média
Nesta terça-feira (13/6), o presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou que quer ampliar o Minha Casa, Minha Vida para a população de classe média. A declaração foi feita durante transmissão ao vivo do governo federal.

“Nós precisamos fazer não apenas o Minha Casa, Minha Vida para as pessoas mais pobres. Precisamos fazer o Minha Casa, Minha Vida para a classe média. O cara que ganha R$ 10 mil, R$ 12 mil, R$ 8 mil, esse cara também quer ter uma casa, e esse cara quer ter uma casa melhor”, destacou Lula.

De acordo com o presidente, o governo terá que ter capacidade de fazer “uma quantidade enorme de casas para essa gente”, para que “as pessoas se sintam contempladas pelo governo”.

Maryhanderson Ramos Ovil

Qual Sua Reação?

Alegre
0
Feliz
0
Amando
0
Normal
0
Triste
0

You may also like

More in:BRASIL

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *