Líder egípcio Abdul Fattah Al-Sisi confirma que virá ao Brasil para visita oficial e participação na cúpula do G20, a convite de Lula
INTERNACIONAL

Líder egípcio Abdul Fattah Al-Sisi confirma que virá ao Brasil para visita oficial e participação na cúpula do G20, a convite de Lula

Líder egípcio Abdul Fattah Al-Sisi confirma que virá ao Brasil para visita oficial e participação na cúpula do G20, a convite de Lula

Apelo por cessar-fogo em Gaza, ações para aprofundar relações comerciais, convite para visita oficial ao Brasil, assinatura de acordos e a consolidação de um novo patamar de relações, a partir de interesses mútuos em espaços como Brics e G-20.

Num momento em que deveríamos estar falando do aumento da produção de alimentos para o mundo, de crescimento econômico, de distribuição de renda, estamos falando de guerra. A guerra não traz benefício a ninguém, traz morte, destruição e sofrimento”

Luiz Inácio Lula da Silva, presidente da República

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva tratou de todos esses temas na manhã desta quinta, 15 de fevereiro, com o presidente do Egito, Abdul Fattah Al-Sisi, durante visita oficial de Estado. O evento no Cairo celebra os 100 anos de relações diplomáticas entre Brasil e Egito.
Logo após o encontro, os presidentes fizeram uma declaração conjunta à imprensa.
» Fotos em alta resolução (Flickr)
» Íntegra da declaração à imprensa do presidente Lula
GAZA – Lula e Al-Sisi falaram sobre a importância de retomar um processo de paz no Oriente Médio e defenderam um cessar-fogo imediato no conflito entre Israel e o Hamas na Faixa de Gaza. Para Lula, que faz sua segunda visita ao Egito, o atual momento e os desafios no cenário mundial pedem uma cooperação ainda mais intensa entre as nações.

“Num momento em que deveríamos estar falando do aumento da produção de alimentos para o mundo, de crescimento econômico, de distribuição de renda, estamos falando de guerra. A guerra não traz benefício a ninguém, traz morte, destruição e sofrimento”, lamentou o presidente, que voltou a defender uma reforma nas instituições de governança global.

“É lamentável que as instituições
multilaterais, criadas para resolver essas situações, não funcionem”.
“Concordamos que o cessar-fogo imediato e sustentado é muito importante, como também a necessidade de fazer entrar a ajuda humanitária para as pessoas em Gaza. Pensamos especialmente na fase pós-guerra, que é necessária a instalação de um Estado palestino cuja capital é Jerusalém e agradeço o reconhecimento do presidente brasileiro ao Estado palestino”, disse o presidente Al-Sisi.

O presidente brasileiro destacou a necessidade de modificar a estrutura do Conselho de Segurança da ONU, que não tem tido poder para evitar conflitos como na Ucrânia e na Faixa de Gaza e onde o poder de veto tem sido usado para impedir ações mais concretas.

Ele lembrou que muitas das guerras recentes foram iniciadas justamente por nações que são membros do Conselho.
REPATRIAÇÃO – Lula agradeceu o essencial apoio do governo egípcio no processo de possibilitar a retirada de 117 brasileiros-palestinos que estavam retidos na Faixa de Gaza desde o início do conflito, dentro da Operação Voltando em Paz.

 

Qual Sua Reação?

Alegre
0
Feliz
0
Amando
0
Normal
0
Triste
0

You may also like

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *